A plataforma Natura Musical anuncia a prorrogação do prazo de inscrições para patrocínio de projetos artísticos pelo Edital Natura Musical 2021. As inscrições podem ser feitas pelo site edital2021.naturamusical.art.br até às 17h da próxima segunda-feira, dia 4 de outubro. O edital busca por projetos artísticos e iniciativas de fomento à cena que já atuam profissionalmente no mercado da música e que estejam comprometidos com a geração de impacto positivo.

As propostas inscritas no Edital Natura Musical podem ter diversos formatos como álbum, show, turnê, clipes, podcasts, além de programações, mostras, festivais, programas de formação, iniciativas de empreendedorismo cultural, circuitos culturais, pesquisas, séries de vídeos ou podcasts, documentários, residências artísticas, intercâmbios, projetos de capacitação profissional, conferências, entre outros.

Os projetos serão avaliados por uma rede de curadores formada por artistas, produtores, jornalistas e empreendedores do mercado musical. Os critérios utilizados para a seleção, baseados em relevância artística, impacto, inclusão e acesso e inovação e engajamento podem ser consultados em detalhe no regulamento do Edital. O anúncio dos projetos selecionados será feito até dezembro deste ano.

O Edital Natura Musical recebe inscrições de projetos em âmbito nacional e terá seleções regionais na Bahia, com a Lei FazCultura; na Amazônia, dentro da categoria nacional; em Minas Gerais, com Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais; no Pará, com a Lei Semear; e no Rio Grande do Sul, com Lei Pró-Cultura. Ao todo, o Edital Natura Musical distribuirá R$ 5,5 milhões de reais, sendo R$ 1,5 milhão para a projetos de todos o Brasil e região Amazônica; R$ 1 milhão para Minas Gerais; R$ 1 milhão para a Bahia; R$ 1 milhão para o Pará; R$ 1 milhão para o Rio Grande do Sul.

Como foco na descentralização dos recursos, o Edital Natura Musical reafirma seu compromisso com a Amazônia com um investimento dedicado ao fomento de projetos da região. Além de R$ 1 milhão disponibilizado para o Pará, via Lei Semear, ao menos 20% da verba do Edital Nacional terá como prioridade as iniciativas da região Amazônia, com a qual a marca Natura tem um compromisso histórico.